Fundo SMURSS - Sociedade Musical União Recreio e Sport Sineense

Zona de identificação

Código de referência

PT PT-MNSNS SMURSS

Título

Sociedade Musical União Recreio e Sport Sineense

Data(s)

  • 1926/03/01-1935/11/12 (Creation)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

1 lv.; papel.

Zona do contexto

Nome do produtor

Sociedade Musical União Recreio e Sport Sineense (1891-)

História administrativa

A Sociedade Filarmónica em Sines teve antecedentes em 1846, fruto do desejo de “progresso” de um grupo educado de Sines, mas foi criada em 1898.
Em 1898 Sines gozava de um crescimento económico sustentado pelo desenvolvimento das indústrias da cortiça e das conservas. Um grupo de sineenses ilustres, como João Gonçalves Vilhena ou João Alexandre Nunes, cria então a Sociedade Filarmónica Sineense, a qual animava as festas da elite local.
As primeiras décadas do século XX são conturbadas para a Filarmónica. Portugal e a Europa viviam momentos difíceis: a Implantação da República e a crise trazida pela Grande Guerra trouxeram instabilidade social e problemas económicos. A Sociedade teve momentos de dissolução e de reorganização, como a que ocorreu em 1926. Em 1928 a banda e o Sport Clube Sineense fundiram-se. Os protagonistas foram, nesta ocasião, Higino Guisado Espada e António Clemente Soares, entre outros. A banda teve a sua saída oficial do Estabeleciemnto de Banhos Quentes em 19 de Junho de 1927 (sessão da Câmara Municipal de Sines de 1927/06/21).
Mas a actividade democrática dos filarmónicos e da sua direcção, bem como o novo nome da sociedade (União Musical Recreio e Sport Sineense), eram demasiado provocantes para a Ditadura Militar e o Estado Novo. A sociedade foi dissolvida em 1945, e os instrumentos ficaram à guarda da Câmara Municipal.
Com o 25 de Abril as saídas esporádicas da banda tornaram sistemáticas. Uma nova refundação devolveu a banda à população. Hoje a filarmónica mantém uma escola de música e marca presença em todos os acontecimentos relevantes no concelho. Os nomes de mestre Bento e de Durval Prata destacam-se neste período.

Entidade detentora

História do arquivo

Doação de Durval Prata Ferreira em 22 de Janeiro de 2008.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Doação.

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Contém o livro de actas das reuniões da Direcção da Sociedade.

Avaliação, selecção e eliminação

Não se conhecem acções sistemáticas de avaliação.

Ingressos adicionais

Os ingressos adicionais são possíveis.

Sistema de organização

Ordenação principal funcional e ordenação secundária cronológica.
Cota actual: D8.

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

O acesso está restrito às condições de conservação dos documentos.

Condiçoes de reprodução

O único meio de reprodução permitido é a digitalização.

Idioma do material

  • português

Script do material

  • latim

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Instrumento de Descrição Documental nº 38.

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Zona das notas

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

PT-MNSNS-SMURSS

Identificador da instituição

PT-MNSNS

Regras ou convenções utilizadas

ISAD (G): Norma Geral Internacional de Descrição Arquivística. 2ª edição

Estatuto

Final

Nível de detalhe

Full

Datas de criação, revisão, eliminação

Descrição criada em 2016/02/23.

Línguas e escritas

  • português

Script(s)

  • latim

Fontes

Nota do arquivista

Descrição elaborada por Sandra Patrício, Arquivo Municipal de Sines.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Locais relacionados

Promotor

Executante

Parceiros

Co-Financiamento